Espaço destinado aos relatos críticos de andanças pelos botecos belo-horizontinos, assim como aos pitacos sobre outros lugares quaisquer.
Traduzir para ChinêsGoogle-Translate-Portuguese to FrenchGoogle-Translate-Portuguese to GermanGoogle-Translate-Portuguese to ItalianGoogle-Translate-Portuguese to JapaneseGoogle-Translate-Portuguese to EnglishGoogle-Translate-Portuguese to RussianGoogle-Translate-Portuguese to Spanish Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain

quinta-feira, 9 de maio de 2013

Comida di Buteco 2013 - Koqueiro's Bar

O evento

O Comida di Buteco é um concurso que teve início no ano 2000, e está em sua 14ª edição. Ao longo do tempo cresceu, angariou patrocinadores e se capitalizou. Espalhou-se por todo o Brasil e, há seis anos, obriga os bares a criarem pratos com ingredientes pré-determinados. Entre muitos sabores e alguns dissabores, este blog volta a percorrer os bares participantes, procurando visita-los em dias e horários alternativos para fugir das filas. Nas postagens referentes a este momento daremos maior enfoque nos pratos, até pelos bares se encontrarem fora da sua dinâmica habitual.

O prato

No Koqueiro’s Bar, situado na esquina da Avenida Silviano Brandão com a Rua Conselheiro Lafaiete, eu jamais havia comparecido. Entretanto, por já ter morado nas proximidades deste bar, passo com regularidade por ele, e conheço quem seja cliente de carteirinha do estreante no CdB.

Para o seu debute no evento, o boteco inscreveu o Tudo junto e misturado (bolinho de mandioca recheado com mini jiló, bolinhas de linguiça empanada na farinha de mandioca acompanhado de dois molhos), que apesar de não ser muito farto, custa o teto de R$ 22,90. Mesmo sendo um grande apreciador de jiló, não fui convencido pelos bolinhos. As bolinhas de linguiça, que também não encantaram, são na verdade algum tipo de linguiça fatiada e empanada. Os dois molhos, que na prática são três e infelizmente não tiveram como ser aproveitados, foram os únicos a agradarem o paladar. Destaco o chutney de mamão e o molho indiano.


Falando sobre os demais itens, o atendimento é simpático, e a cerveja estava gelada. Bebemos Original ao preço de R$ 6,90, mas havia Brahma, que custa R$ 6,00 cada garrafa. Voltarei depois do evento para experimentar qualquer das porções típicas de boteco, que me foram muito bem recomendadas.

Outras informações sobre o bar, como endereço e horário de funcionamento, podem ser encontradas aqui.

Nenhum comentário:

Postar um comentário