Espaço destinado aos relatos críticos de andanças pelos botecos belo-horizontinos, assim como aos pitacos sobre outros lugares quaisquer.
Traduzir para ChinêsGoogle-Translate-Portuguese to FrenchGoogle-Translate-Portuguese to GermanGoogle-Translate-Portuguese to ItalianGoogle-Translate-Portuguese to JapaneseGoogle-Translate-Portuguese to EnglishGoogle-Translate-Portuguese to RussianGoogle-Translate-Portuguese to Spanish Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain

quinta-feira, 18 de abril de 2013

Comida di Buteco 2013 - João da Carne

O evento

O Comida di Buteco é um concurso que teve início no ano 2000, e está em sua 14ª edição. Ao longo do tempo cresceu, angariou patrocinadores e se capitalizou. Espalhou-se por todo o Brasil e, há seis anos, obriga os bares a criarem pratos com ingredientes pré-determinados. Entre muitos sabores e alguns dissabores, este blog volta a percorrer os bares participantes, procurando visita-los em dias e horários alternativos para fugir das filas. Nas postagens referentes a este momento daremos maior enfoque nos pratos, até pelos bares se encontrarem fora da sua dinâmica habitual.

O prato

O João da Carne, terceiro estreante que visitamos, é um bar em funcionamento desde a década de oitenta, e inclusive já figura em nosso blog. Entendo que o custo-benefício sempre foi um dos grandes atributos deste bar, mas vejo que abriram mão desta característica em sua primeira participação no concurso, ao retirarem dos congeladores as cervejas clássicas em detrimento da Original a R$ 7,00. O atendimento, por sua vez, recebeu reforço de novos garçons, e foi satisfatório.
  


O petisco Sonho de noiva é composto por linguiça de carne de sol recheada com queijo coalho e linguiça de pernil, mandioca cozida no açafrão com creme de cebola, geléia e pimenta biquinho, e atende de duas a três pessoas. A primeira linguiça, saborosa e incomum, seria o grande destaque do prato, porém este foi servido em temperatura completamente inadequada. A mandioca não estava morna sequer, e a linguiça de pernil, muito inferior à que é oferecida no cardápio do bar, igualmente fria.

Outras informações sobre o bar, como endereço e horário de funcionamento, podem ser encontradas também aqui.

8 comentários:

  1. Temperatura do prato a parte, que foi uma infelicidade creio eu, foi o mais saboroso experimentado até agora. Essa linguiça de carne de sol recheada de queijo coalho é uma delícia cheia de sabor! Realmente nota 10...
    Esse tipo de ambiente amplo me agrada muito, a cerveja tava gelada no ponto, e atendimento agradável.
    Muito bom o João da Carne!

    Abçs

    ResponderExcluir
  2. Obrigado pela sua opinião, Diogo, que tanto enriquece este blog!

    Um abraço!

    ResponderExcluir
  3. Pela apresentação no site e pelos itens propostos é o que mais me agradou. Pretendo ir o mais breve!!

    ResponderExcluir
  4. Vale a pena experimentar o prato, Giovanni, inclusive pela diferenciada linguiça de carne de sol com queijo coalho.

    ResponderExcluir
  5. realmente foi uma infelicidade o prato ter chegado em temperatura não muito agradável, pois na minha mesa o prato chegou super quente e estava maravilhoso, na minha opinião é um forte candidato pelo fato de ser o único bar com amplo espaço, ótimo atendimento, e é claro a linguiça que é diferenciada.

    ResponderExcluir
  6. Olá, Fernanda! Seja bem vinda a este blog, e obrigado pela sua participação.

    Não tenho dúvidas de que a temperatura do prato foi melhorada ao longo do concurso. Inclusive na Saideira, quando voltei a comê-lo, não houve nada o que reclamar quanto a isto.

    ResponderExcluir
  7. Olá, Fernanda! Seja bem vinda a este blog, e obrigado pela sua participação.

    Não tenho dúvidas de que a temperatura do prato foi melhorada ao longo do concurso. Inclusive na Saideira, quando voltei a comê-lo, não houve nada o que reclamar quanto a isto.

    ResponderExcluir
  8. Olá, Fernanda! Seja bem vinda a este blog, e obrigado pela sua participação.

    Não tenho dúvidas de que a temperatura do prato foi melhorada ao longo do concurso. Inclusive na Saideira, quando voltei a comê-lo, não houve nada o que reclamar quanto a isto.

    ResponderExcluir