Espaço destinado aos relatos críticos de andanças pelos botecos belo-horizontinos, assim como aos pitacos sobre outros lugares quaisquer.
Traduzir para ChinêsGoogle-Translate-Portuguese to FrenchGoogle-Translate-Portuguese to GermanGoogle-Translate-Portuguese to ItalianGoogle-Translate-Portuguese to JapaneseGoogle-Translate-Portuguese to EnglishGoogle-Translate-Portuguese to RussianGoogle-Translate-Portuguese to Spanish Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain

quarta-feira, 8 de agosto de 2012

Prato Feito, o famoso PF - Cinco opções em BH

Que este blog comparece com frequência aos bares e restaurantes de BH que comercializam Prato Feito, o conhecido PF, não é novidade para ninguém. Entretanto a lista de opções que descobrimos vem aumentando, e portanto compartilhamos aqui as boas novas desse segmento que tanto apreciamos.

Em julho de 2012 conhecemos e revisitamos vários lugares, e o primeiro deles foi um velho conhecido nosso, que é o Quase Nada. Há tempos queria retornar para ver a quantas anda, entretanto dei com a cara na porta em duas oportunidades, ambas por volta das 14h. Na terceira tentativa fui mais cedo, às 12:50h, e mesmo assim não consegui chegar à tempo de ter disponíveis todas as opções do dia. Aliás, as combinações daquela oportunidade eram as mais estranhas possíveis, a exemplo do frango ensopado com feijão tropeiro, ou da carne moída com batatas fritas.

Como naquele dia queria comer o tradicional feijão em caldo, optei pela segunda alternativa, cujo prato médio custa R$ 5,50, e já inclui o ovo frito. Pela salada, disponível em um bufê a parte, se paga R$ 1,00 para comer a vontade.
Como se vê, os preços continuam camaradas, e apesar do restrito horário e da insistência no tal óleo composto em substituição ao azeite, que me levam a crer que não leram a resenha onde reclamo disso, o Quase Nada, que aceita qualquer cartão como pagamento, se mantém como o PF de melhor custo-benefício da cidade.

Outro que visitei durante o mês de julho foi o Trem Gostoso, que fica na esquina de Silva Lobo com Xapuri, no bairro Grajaú. Em uma pequena loja, onde apenas cabem a cozinha e o caixa, são preparados diariamente dois tipos de pratos feitos, nos tamanhos pequeno (R$ 6,00) e grande (R$ 7,00). A clientela se acomoda em qualquer das mesas de plástico dispostas no recuo do passeio, algumas delas contando com guarda-sóis, indispensáveis para os dias de céu aberto.
Apesar do bife de porco bem passado, ponto de cozimento que não é o meu preferido, o PF do Trem Gostoso foi aprovado. Um dos seus maiores atributos é a farta salada, que no dia da visita era composta por cenoura e beterraba cozidas, além de alface e tomate. Pecou apenas por não ter sido servida à parte, mas apesar disso pode ser temperada com azeite de oliva. O atendimento é simpático, e como pagamento recebem cartões de crédito e débito.

Como já tem se tornado regra, em toda procura de pratos feitos que fazemos, encontramos também algum prato executivo. E dessa vez não foi diferente, pois é nessa categoria pretensamente mais sofisticada que se enquadra a refeição do Emporium União. Integrando um escasso rol de restaurantes especializados em pescados, é no horário do almoço que trabalham com essa modalidade, a um preço que varia de R$ 16,80 a R$ 23,80.

Já que trabalho e moro perto dali, compareci em três dias diferentes. Na primeira oportunidade experimentei a deliciosa tilápia acompanhada de arroz branco e purê de batatas (R$ 19,80), que segundo o garçom é o prato executivo que mais vende.
Depois voltei e conheci o ótimo risoto de camarões (16,80), que seria a melhor das três experiências.
Já na última visita fui de risoto novamente, porém desta vez de mexilhões, que esteve aquém do anterior.

Cabe ressaltar que todos os pratos são precedidos por um honesto mix de folhas, que como os pratos, são levados à mesa por um solícito garçom.
Apesar do bom serviço, a casa se diferencia de outras do segmento ao não cobrar os 10% de serviço no horário do almoço, prática esta pra lá de honesta. Como pagamento admite cartões de crédito e débito.

O quarto PF que compartilho aqui é o do Amarelim do Prado, bar tradicional localizado no número 658 da Avenida Francisco Sá. Lá compareci em duas oportunidades, sendo que na primeira experimentei o farto prato abaixo ilustrado. Composto por arroz, feijão, bife de fígado acebolado, mandioca ensopada e couve, trata-se de uma substanciosa refeição, que ao preço de R$ 7,50 (ou R$ 6,50 na versão “mini”) alimenta até os mais famintos.
Já da segunda vez optei pelo bife de porco acebolado, acompanhado por angu e quiabo, além de salada de alface e tomate. A casa peca por não receber o cartão de crédito no horário do almoço, e por não dispor ao cliente o azeite de oliva, porém oferece uma pimenta de boa qualidade.

Para a última visita que relato hoje, no caso ao Cheiro e Sabor, recebemos indicação do colega blogueiro Augusto Borges, e também do jornalista de gastronomia Rusty Marcellini. Neste restaurante fomos duas vezes, tendo maior sorte na primeira, quando degustei um delicioso prato composto por arroz, feijão, carne moída, quiabo, angu e mostarda, além de alface, tomate e cenoura cozida à parte.
Na minha segunda visita, ocasião em que a refeição estava apenas regular, fui de peixe frito com purê de batatas, que além dos indispensáveis arroz e feijão, chegou à mesa novamente acompanhado por três tipos de salada. O lugar, de clientela predominantemente masculina, tem cada um dos assentos disputados, e recebe todos os cartões como pagamento. Os pratos do Cheiro e Sabor, que fica no encontro da Rua Tupis com a Tenente Brito Melo, custam R$ 7,50 na versão maior, e R$ 6,50 na reduzida.

Em resenha futura, que postaremos em breve, serão compartilhadas outras cinco experiências recentes que tivemos. Por hora agradeço a todos os amigos e leitores que contribuem com suas valiosas dicas, estas indispensáveis ao blog. Naturalmente ainda não foi possível conhecer todas as indicações, mas ficamos satisfeitos ao encontrar, em cada canto de BH, um novo prato de comida quentinha e saborosa.



5 comentários:

  1. Belo post Pedrão!! De dar água na boca!! Parabéns!!!

    ResponderExcluir
  2. Leo,

    Obrigado pela palavras, e também pela visita!

    Um abraço.

    ResponderExcluir
  3. Ah um PF!!! Nada melhor p conferir energia para o segundo tempo da labuta (ou não, rs..). Fiquei tentado a experimentar o PE do Emporio União, aquele risto de camarões está na minha lista!
    Mais uma bela resenha meu amigo, cada dia mais profissional!
    Grande abraço!

    ResponderExcluir
  4. Gê,

    Sobretudo na estação fria, nada melhor do que aquela comidinha vinda diretamente das panelas, não é verdade?

    Quanto ao prato executivo do Emporium União, nada mais honesto! O risoto de camarões então, com o crustáceo em tamanho bem razoável, merece destaque.

    Obrigado pelos elogios, meu amigo, e por mais esta visita!

    Grande abraço!

    ResponderExcluir
  5. Opa,bom dia,Olha eu aqui denovo,blog muito bom,sempre que dá passo por aqui,continua postando ai,quero ver isso aqui cada vez melhor,alguem ai sabe desse site http://www.rastreadorgps.org/ ? to querendo saber se é bom,dizem que rastrea carro,moto,pessoas até...alguem ja ouvir falar?abraços,bom trabalho ai com o blog que ta fera!

    ResponderExcluir