Espaço destinado aos relatos críticos de andanças pelos botecos belo-horizontinos, assim como aos pitacos sobre outros lugares quaisquer.
Traduzir para ChinêsGoogle-Translate-Portuguese to FrenchGoogle-Translate-Portuguese to GermanGoogle-Translate-Portuguese to ItalianGoogle-Translate-Portuguese to JapaneseGoogle-Translate-Portuguese to EnglishGoogle-Translate-Portuguese to RussianGoogle-Translate-Portuguese to Spanish Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain

terça-feira, 7 de agosto de 2012

Comida di Buteco 2012 - Bares da Pampulha

Falando de mais três pratos criados para o Comida di Buteco 2012, compartilhamos hoje as nossas impressões sobres os representantes da Pampulha, todos eles estreantes: Botecão do Leão, Recanto da Macaca e Zoo Bar.
O primeiro que visitamos foi o Botecão do Leão, cujo ambiente considerei interessante ao conhecer. Para debutar no evento, inscreveu um prato cujo maior atributo é a fartura, já que a combinação de duas frituras tornou o tira-gosto pesado, além de não ter apresentado nada de inovador. Composto por medalhões de frango e pasteizinhos de milho com queijo, fora batizado pelo bar como Surpresinha Minheira.

O atendimento estivera razoável, não comprometendo, porém a cerveja poderia estar mais gelada. Vale registrar que o meu rótulo preferido sofreu um aumento de quase 30% para o início do festival (de R$ 3,90 para R$ 5,00), o que entendo como um disparate. Não recebe cartões de crédito, apenas os de débito.

O segundo da região que visitamos fora o Recanto da Macaca, onde estivemos pela primeira vez. Pelas breves passagens que fiz no ambiente interno, me pareceu mais um naquele estilo “bar bistrô”. Como bons butequeiros que somos, optamos pela última mesa disponível no recuo da calçada.
Ao perguntarmos sobre as cervejas disponíveis, nos informaram haver somente as da linha “premium” da AMBEV, recado seguido da ressalva de que a Bohemia era a mais gelada. Como macaco velho não põe a mão na cumbuca, recusamos a "cerveja oficial" até em protesto contra esse tipo de atitude, e fomos de Original ao preço de R$ 5,50, valor aceitável, assim como a sua própria temperatura.

Já o petisco não convenceu, seja pela pouca criatividade, pelo sabor previsível ou pela apresentação comedida. Definitivamente não considero justo dispensar R$ 20,00 por oito diminutas almôndegas, e a situação infelizmente pioraria um pouco, quando passamos a ser frequentemente “informados” de que o bar estaria encerrando o expediente.
Por fim, o último da Pampulha, mais precisamente na Avenida que circunda a Lagoa. No Zoo Bar estivemos em um domingo, e gostei muito do que vi. Ambiente dos mais agradáveis, atendimento bom e banheiros limpíssimos, recebendo ainda o cartão de crédito como pagamento.

Destaco que dentre os bares já visitados até o momento, este foi o segundo onde encontrei a cerveja Antarctica (R$ 5,50). Porém o rótulo não estava dos mais gelados, obrigando-nos a migrar para a "irmã" mais cara, a Original.
Sobre o prato, considero que seja o melhor tira-gosto com peixe dentre os três que participaram concorreram Tilápia saborosa e muito bem frita, acompanhada de bolinhos de mandioca com bacon razoáveis, e ainda molhos de queijo e de ervas. Pela combinação dos fatores, o Zoo Bar foi um dos que já garantiu presença para 2013.

Nenhum comentário:

Postar um comentário