Espaço destinado aos relatos críticos de andanças pelos botecos belo-horizontinos, assim como aos pitacos sobre outros lugares quaisquer.
Traduzir para ChinêsGoogle-Translate-Portuguese to FrenchGoogle-Translate-Portuguese to GermanGoogle-Translate-Portuguese to ItalianGoogle-Translate-Portuguese to JapaneseGoogle-Translate-Portuguese to EnglishGoogle-Translate-Portuguese to RussianGoogle-Translate-Portuguese to Spanish Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain

quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

Migliori Pizzaria - 11/01/2012 (Estabelecimento fechado)



Estivemos na Migliori Pizzaria por sugestão dos amigos Leo Koscky e Olga, do Blog Gourmet City BH, que além de indicarem o lugar foram também os companheiros da nossa primeira visita. Trata-se de um restaurante que de fora chama a atenção, pois como foi construído em um terreno íngreme, a sua bela fachada é bem diferente das de outras pizzarias que vemos por aí.

Logo ao passar pela porta o cliente se depara com o playground da criançada, onde o pequeno Mateus, filho da Olga, pôde se divertir por horas a fio. Se por um lado os referidos brinquedos são uma grande opção aos pais que levam as crianças, por outro se destaca em demasia ao ser disposto logo na entrada, colocando as mesas e a modesta decoração do interior em segundo plano. Todavia é coisa que um simples re-arranjo possa solucionar.

O atendimento da casa é bom, tendo cometido apenas um pecado, no momento em que o garçom encheu os copos para além do necessário. Em contrapartida, a entrega dos pedidos se deu de forma ligeira durante toda a nossa estada.

A infraestrutura no geral é muito boa, com banheiros bons e bem estruturados. Há ainda um segundo piso, que conforme o gerente Carlos, é destinado a atender os casais, razão esta que já motivou a presença de velas sobre cada uma das mesas. Naquela quarta-feira de pouco movimento não houve demanda para este novo ambiente, porém quando isto acontecer os clientes terão de descer a considerável escadaria cada vez que desejarem ir ao toalete, pois ao que parece eles inexistem no segundo pavimento.

Para beber fomos de Serramalte, pela qual se paga R$ 5,50 por cada garrafa de 600 ml, mesmo preço das demais cervejas “Premium” da AMBEV. Se o cliente optar por Skol ou Brahma desembolsará R$ 4,90 pela mesma quantidade de cerveja, preço que considero razoável para a atualidade. Há ainda sucos naturais, que não se destacam mas também não comprometem.

Para petiscar não fomos de pizza, que seria o caminho óbvio em uma pizzaria, porém julgamos que não seria o mais conveniente para acompanhar a cerveja. Vivian e eu experimentaríamos as carnes, tão bem recomendadas pelo Leo, mas não sem antes provar o pão de alho e a muçarela na chapa como entrada. O primeiro em pouco lembra os melhores da cidade, tais quais o do Chico do Churrasco, e o segundo ficou interessante quando acrescido de azeite.

Chegara o momento de conhecermos a aguardada porção, que no caso seriam os 500 gramas de baby beef solicitados pelo Leo, ao preço de R$ 38,00 (ou R$ 76,00 o quilo, como queiram). Trata-se de uma boa carne, preparada à chapa com manteiga, porém entendo que poderia ser levada à mesa em algum recipiente que dê conta de conservar o seu calor, os quais são por demais úteis sobretudo nos dias frios.

Ao final ainda experimentaríamos a porção de frango com catupiry na chapa (R$ 18,00 por 300 gramas), que não se põe em evidência tal qual o prato servido no Bar do Dedinho, expert neste petisco, e também as Batatas da casa (R$ 10,00 a porção), estas sim diferenciadas e, no meu entendimento, o grande destaque da noite. Temperadas com pimenta calabresa e ervas tais quais o alecrim, são capazes de acompanhar quaisquer das carnes, ou ainda fazer as vezes de uma boa entrada. Da farta porção sequer vestígios sobraram.

Pelo bom happy hour cada casal morreu em oitenta pratas, valor que posiciona a Migliori Pizzaria dentro do aceitável quanto ao custo-benefício. Aliando este aspecto a algumas comodidades, tais quais a facilidade em se estacionar nos arredores e as amplas portas corrediças de vidro, ideiais para dias quentes, o tranquilo lugar torna-se uma das opções do Castelo para aquela boa butecage.


Notas Pedrão:
Ambiente: 3
Bebida: 3
Comida (peso 2): 3
Público: 3
Serviço: 4
Custo-benefício: 3

Notas Vivian:

Ambiente: 5
Bebida: 3
Comida (peso 2): 3
Público: 3
Serviço: 4
Custo-benefício: 3

Média final: 3,5


Migliori PizzariaAv. Miguel Perrela, 259 – Castelo
Tel: 3473-8000
.

5 comentários:

  1. Lendo agora percebo o quanto comemos!! rsrs Teve muito bom! E a crítica está feita de acordo! Voltaremos lá para ficar na parte de fora. Abraços!

    ResponderExcluir
  2. Leo,

    Obrigado mais uma vez pelos elogios. Bolemos um repeteco para comer mais um bocado!

    Um abraço!

    ResponderExcluir
  3. Pow cara, dá pra te acompanhar numa resenha dessa não! Vc come demais!!! ahuuhahuahuahua,,, Uai, e onde fica o lugar pra breja(Não responda!)? Haahahaha

    Lugar bom pra casal hein, nesse dia que vc foi tava cheio não, como é que é lugar em si, é meio maio paradão? E musica só na Tv ambiente?
    E o que vc disse sobre uma chapa pra manter aquecida a carne é indispensável mesmo, ainda mais se tratando de um suculento baby beef! Huuumm...

    ResponderExcluir
  4. Estava aqui vendo alguns posts do blog que ainda não tinha lido, e deparei com este. A Migliori fechou né! Uma pena,o lugar era meio paradão mas as pizzas de lá eram muito boas.

    ResponderExcluir
  5. Karina, tinhamos a mesma impressão sobre o movimento do lugar! Acabou fechando antes que pudéssemos experimentar as pizzas...

    ResponderExcluir