Espaço destinado aos relatos críticos de andanças pelos botecos belo-horizontinos, assim como aos pitacos sobre outros lugares quaisquer.
Traduzir para ChinêsGoogle-Translate-Portuguese to FrenchGoogle-Translate-Portuguese to GermanGoogle-Translate-Portuguese to ItalianGoogle-Translate-Portuguese to JapaneseGoogle-Translate-Portuguese to EnglishGoogle-Translate-Portuguese to RussianGoogle-Translate-Portuguese to Spanish Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain

segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

Verdim - 20/11/2011

Sim, fomos até o Verdinho no Domingo dia 20 para almoçarmos, mas no fundo motivados pelos seus famosíssimos caldos, sobre os quais já obtive inúmeras referências. E chegamos tarde, para variar, naquele horário em que o serve-serve, em torno de R$ 20,00 o quilo, aguarda pelos últimos desesperados. A fome nos assolava, é bem verdade, mas optamos por pedir meia porção de carne de sol na chapa com mandioca cilíndrica (R$ 15,00) enquanto esperávamos um espaguete a bolonhesa, pelo qual se paga não mais do que R$ 13,00, e cujo avantajado prato alimentou a duas pessoas com sobra.

Após aquele repasto estaríamos mais do que preparados para suportar as fortes emoções de Atlético X Corinthians, cujo bom resultado aos mineiros fora azedado ao final pelo atacante Adriano. Como no mesmo horário deste jogo acontecia também o do rival Cruzeiro, a casa destina dois dentre os vários ambientes para atender a cada uma das maiores torcidas de Minas, tendo o dono permanecido vibrando e sofrendo do nosso lado.

Ao longo do jogo foram várias rodadas de chopp da Ashby, pelo qual se paga R$ 1,99 a tulipa de 300 ml. Isso mesmo, caro leitor, você não leu errado: se conseguir tomar 10 tulipas não desembolsará R$ 20,00 por elas. Há ainda as cervejas da AMBEV, custando a partir de R$ 4,50 com a Brahma, e também sucos naturais e de polpa, que não passam de R$ 3,50 cada copo.

Indo da varanda ao interior do bar, onde ficam os banheiros, a passagem se dá sobre um lago com algumas carpas. A ornamentação embeleza, mas também melhora o ambiente na medida em que reduz a sensação de calor. Somando-se todas as alas, imagino que a casa não comporte menos do que trezentas pessoas, as quais podem contar com o honesto atendimento dos garçons.

Depois de sofrida mais uma derrota no futebol, quando já passava das 19h, só mesmo experimentando o famoso caldo, pra reconfortar. Se não me engano são 16 as variedades dispostas no fogão de lenha, podendo ser adicionada a quantidade de torresmo e cebolinha que caiba sobre o caldo, além de pão a vontade no pratinho que dá base à cumbuca. Salvo engano, se paga R$ 5,50 pela tigela menor e R$ 7,00 pela maior. Eu misturei o caldo de feijão com uma das especialidades do Verdinho, o caldo de pinto, e por meio destes posso dizer que a fama é mais do que justificada. Da próxima vez que desejar um bar tranquilo para assistir ao futebol, e que sirva dos melhores caldos da cidade, já tenho destino certo.


Serviço:
Verdim
Av. Santa Terezinha - 1000 - Bairro Santa Terezinha
Tel: 3476-4141

.

4 comentários:

  1. Opa, atrativo bom esse chopp de 1,99 hein cara...
    Pelo relato parece ser um ambiente muito agradável, bom para curtir com amigos. Caldos variados tbm agradam.
    Tá anotada a sugestão meu filho, Verdim estará no roteiro.
    Abrs

    ResponderExcluir
  2. Fala Diogão!

    O preço do chopp é mesmo inacreditável, cara. E olha que a Ashby não é ruim não...

    Isso mesmo, mantenha o Verdim no roteiro e não irá se arrepender!

    Grande abraço!

    ResponderExcluir
  3. Grande Pedrão!

    Bacana saber que vc finalmente foi visitar o Verdim! Como eu já havia lhe dito, é um lugar bacana, simplista e com caldos deliciosos!

    Abraços!

    ResponderExcluir
  4. Exatamente, Leo.

    Foi uma dica certeira, sem dúvidas! E nós queremos voltar o quanto antes por lá!!

    Um abraço!

    ResponderExcluir