Espaço destinado aos relatos críticos de andanças pelos botecos belo-horizontinos, assim como aos pitacos sobre outros lugares quaisquer.
Traduzir para ChinêsGoogle-Translate-Portuguese to FrenchGoogle-Translate-Portuguese to GermanGoogle-Translate-Portuguese to ItalianGoogle-Translate-Portuguese to JapaneseGoogle-Translate-Portuguese to EnglishGoogle-Translate-Portuguese to RussianGoogle-Translate-Portuguese to Spanish Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain

segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

Mes Amis - 14/02/2012

Se a proposta do Restaurant Week é democratizar o acesso à chamada alta gastronomia, eis que este blog se fez comparecer em um dos cinquenta participantes da primeira edição de 2012, acompanhado para tanto de esposa e amigos. Tendo a não concordar, devo dizer, com a rotulação adotada por muitos chefs e pela própria organização do evento, que divide a gastronomia em alta e baixa. É claro que não sou do meio, mas assim como alguns gastrônomos já vem difundindo, opto por qualificar os produtos desta arte como bons ou ruins, da mesma forma como se classifica qualquer outra coisa. Na mesma linha, permaneço discordando que, para os padrões belo-horizontinos, seja barato dispensar R$ 100,00 por casal em um jantar sem bebidas. Procuro aqui deixar claro esta minha opinião por acreditar que a boa comida, esta sim, deva ser democratizada cada dia mais.

 Isto compartilhado, explico agora os motivos que me levaram a escolher o Mes Amis dentre tantos outros, tendo sido o primeiro deles uma inesperada conversa com o pentacampeão Junior, um dos proprietários do estabelecimento, na Saideira do Comida di Buteco 2011, ou seja, meses antes da sua inauguração. Em seguida a casa levaria o troféu de restaurante revelação pela Revista Veja, o que aumentaria a minha curiosidade pelo lugar. Por fim, achei a sua fachada muito bonita ao passar de frente ao próprio, caminhando rumo ao Albanos certo dia. Assim, quando surgiu a relação dos participantes, entendi que poderia ser a oportunidade que eu aguardava.

Chegando por lá em uma terça-feira para o almoço, horário único em que participou do festival, fomos bem recepcionados e conduzidos a uma das mesas do segundo piso, como era o nosso desejo. Da janela envidraçada pudemos avistar o Trindade Bistrô e o Restaurante Carlotta, outras duas novas empreitadas de Lourdes situadas na contra esquina do Mes Amis. Olhando para o interior do salão, observamos como o local seria tomado pela clientela em questão de minutos.

O garçom chegou para nos atender e, como o tempo era escasso, fomos logo pedindo o menu do Restaurant Week, de modo que não foi possível ter noção das cartas de bebidas ou mesmo de outros pratos da casa. Seja para entrada, prato principal ou sobremesa, Vivian e eu optamos por pratos diferentes, de modo que poderíamos experimentar uma maior diversidade de sabores. Dessa forma, demos início pelo ótimo Escondidinho de maçã de peito com purê de cará gratinado ao Brie, e pela razoável Porqueta com bouquet de folhas verdes e compota de frutas secas, que no meu entendimento poderia ser composto por mais folhas e frutas secas e menos fatias de porqueta. 

Como prato principal fomos de Risoto de linguiça com ervilhas, excelente, e também de Meio galeto grelhado com batata doce e molho Velouté de sálvia, este com a ave servida em temperatura inadequada, além das batatas doces apresentarem uma textura que, definitivamente, não apreciei.

Por fim, foram as sobremesas que apresentaram a menor variação de sabores, pois apesar de alguma superioridade do Sorvete de queijo com calda de goiabada ante o Mousse de chocolate com calda de morangos, ambas as opções são boas e nada mais. Tudo acompanhado por água mineral Ingá Premium (R$ 3,80 a garrafa de 300 ml), que fora o mais condizente com aquele meio de jornada. 

O serviço dos garçons não se destaca, é comum. Já o ambiente é interessante sim, envolto por grandes vidraças e dispondo de uma varanda que, dependendo do clima, permite se aproveitar a circulação natural de ar. Todavia, depois de tê-lo visitado, permaneço considerando o Mes Amis mais atrativo quando visto da rua. Ademais a sua gastronomia não supriu as minhas expectativas, que não escondo, podem sim ter sido exageradas.


Notas Pedrão:

Ambiente: 4
Bebidas: 4
Comida (peso 2): 3
Público: 4
Serviço: 2
Custo-benefício: 2

Notas Vivian:

Ambiente: 5
Bebidas: 5
Comida (peso 2): 3
Público: 3
Serviço: 2
Custo-benefício: 2

Média Final: 3 estrelas


Mes Amis
Rua Rio de Janeiro, 1973 - Lourdes
Tel: 2526-4888
.

Nenhum comentário:

Postar um comentário