Espaço destinado aos relatos críticos de andanças pelos botecos belo-horizontinos, assim como aos pitacos sobre outros lugares quaisquer.
Traduzir para ChinêsGoogle-Translate-Portuguese to FrenchGoogle-Translate-Portuguese to GermanGoogle-Translate-Portuguese to ItalianGoogle-Translate-Portuguese to JapaneseGoogle-Translate-Portuguese to EnglishGoogle-Translate-Portuguese to RussianGoogle-Translate-Portuguese to Spanish Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

Bananeiras Bar - 03/02/2012


No Bananeiras Bar já havíamos comparecido em algumas oportunidades, porém não tantas quanto eu gostaria de ter ido, o que se explica pela recusa do "dinheiro de plástico" naquele botequim até o ano de 2011, aliado ao fato deste blogueiro nem sempre estar provido de cash ou do talão de cheques. Entretanto esta realidade mudou a partir do presente ano, quando o Vianey, simpático proprietário com o qual já tive oportunidade de prosear inclusive sobre este assunto, divulgou a boa nova no site do Bananeiras e nas redes sociais das quais participa.


Quando ali aterrissamos para a primeira visita do ano, eis que pudemos reencontrar aquele que talvez seja o mais agradável "quintal bar" da nossa cidade. De acordo com a descrição encontrada no próprio site do Bananeiras, o lugar é destinado a quem "aprecia um bom petisco, curte a natureza como por exemplo Serra do Cipó, Lavras Novas, Ibitipoca, Cabeça de Boi, Milho Verde, Macacos ou até mesmo sente saudades do quintal da vovó". Por estas palavras é possível imaginar o rústico ambiente que será encontrado, com direito a mesas sobre antigas máquinas de costura e claro, bons exemplares da planta tropical que dá nome à casa.


Depois de termos escolhido a nossa mesa, pedi uma Brahma (R$ 5,20) para apreciar com um grande amigo que nos acompanhava. Já a Vivian foi de limonada, que é preparada como na roça, com limões capeta e utilizando-se tão somente o suco da fruta, diferentemente das hoje pasteurizadas suiças que vemos aos montes por aí. Além de tudo é servida em uma caneca de alumínio, o que logo nos remeteu à nossa infância.


Para petiscar o bar oferece cerca de vinte opções. Em outras ocasiões experimentamos o bolinho de abóbora com carne seca e a Maria Fumaça, prato cuja receita foi compartilhada em uma das edições do Programa Viação Cipó, da TV Altrerosa. Porém da última vez quisemos explorar mais o cardápio, e demos início pela honesta porção de pastéis de angu, pela qual se paga R$ 15,00 em dez unidades, sendo a primeira metade de carne moída e a segunda de frango com catupiry.

Na sequência emendamos uma fumegante panelinha de moelas com mandioca cozida (R$ 22,00), que mesmo não sendo a melhor receita da cidade (lembro-me sempre da moela do Bartiquim e do finado Aconchego da Floresta), também não decepciona, sobretudo porque aquele miúdo formou um casamento perfeito com a brasileiríssima raiz.


O público do Bananeiras varia de turmas a casais, e o atendimento, apesar de eventualmente lento, é sempre cordial. Já os banheiros são limpos e, mesmo individuais, atendem razoavelmente a demanda média do bar.

Caso ainda não conheça o botequim, atente-se à numeração da rua quando for visitá-lo pela primeira vez, e não se assuste quando avistar uma típica casa residencial à frente do mesmo. Entre pelo comprido corredor à esquerda desta, e viva todas as sensações que o Bananeiras Bar pode lhe propiciar.


Notas Pedrão:
Ambiente: 5
Bebida: 5
Comida (peso 2): 4
Público: 5
Serviço: 4
Custo-benefício: 4

Notas Vivian:
Ambiente: 5
Bebida: 5
Comida (peso 2): 4
Público: 4
Serviço: 3
Custo-benefício: 3

Média Final: 4 estrelas


Bananeiras Bar
Rua Rubi, 525 – Prado
Tel: 3372-2571
.

3 comentários:

  1. Caro amigo,

    Parabéns por este post! Está rico em detalhes e em fotos! Cada vez mais mudando para melhor! Abraços!

    ResponderExcluir
  2. Muito bacana mesmo o post Pedrão! Fiquei louca pra conhecer o lugar!

    ResponderExcluir
  3. Leo e Cláudia,

    Agradeço-lhes pelas palavras elogiosas que aqui recebo! Eventualmente não estarei munido de boas fotos, mas sempre que tive-las postarei por aqui!

    Abraços!

    ResponderExcluir