Espaço destinado aos relatos críticos de andanças pelos botecos belo-horizontinos, assim como aos pitacos sobre outros lugares quaisquer.
Traduzir para ChinêsGoogle-Translate-Portuguese to FrenchGoogle-Translate-Portuguese to GermanGoogle-Translate-Portuguese to ItalianGoogle-Translate-Portuguese to JapaneseGoogle-Translate-Portuguese to EnglishGoogle-Translate-Portuguese to RussianGoogle-Translate-Portuguese to Spanish Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain

domingo, 24 de fevereiro de 2013

Papo Legal II - 27/12/2012


O Papo Legal II é um espetinho que funciona na Avenida Silva Lobo, próximo à Faculdade Newton Paiva. A sua primeira unidade, que eu ainda não conheci, fica no bairro Santo Antônio. Para quem não é de Belo Horizonte, ou comparece a bares com pouca frequência, vale explicar que o termo espetinho é aqui utilizado para distinguir os demais bares daqueles que têm neste petisco o carro chefe da casa.

Diferentemente da maior parte das experiências que já compartilhei neste blog, ao Papo Legal II eu não cheguei através da indicação de amigos, e nem impulsionado por minhas próprias pesquisas. Avistei-o desde o primeiro dia que comecei a caminhar na dita Avenida, porém a primeira visita levou mais de dois anos para acontecer. Na verdade, e em meio aos meus exercícios físicos, me sentia um vitorioso em cada recusa àquele convidativo cheirinho que sai das suas churrasqueiras. Em dezembro, mês que tudo se pode, finalmente me sentei em uma das mesas daquele bar que fica à frente da quadra de esportes.


Já de início, alguma dificuldade quanto ao atendimento. Os garçons demoravam a voltar, e não nos forneciam informações precisas sobre os espetinhos disponíveis. Tanto que o espeto de provolone com abacaxi (R$ 5,50), “inexistente” de início, deu o ar da graça um pouco mais tarde. Mais leve do que as carnes, porém não menos saboroso, talvez tenha sido a melhor pedida do dia.


Mais tarde pedi um “brochetinho”, cuja indisponibilidade me empurrou para o churrasquinho de alcatra. Ao preço de R$ 5,00, mostrou-se menos suculento e pior temperado do que o mesmo espeto nos Churrasquinhos do Luizinho, bar este que entendo como referência no assunto.


Para encerrar, um espetinho de muçarela (R$ 5,00). Mal assado, chegou à mesa carbonizado por fora e frio por dentro.

Além dos espetinhos, também carnes no quilo e porções triviais, como batatas fritas e frango a passarinho. Para acompanhar qualquer dos quitutes, o Papo Legal II oferece cervejas, drinks e doses. Dentre as loiras listadas, nada da Antarctica, cujo preço de cardápio é 4,90. Mais uma vez tivemos de fazer nova escolha, e ficamos na Brahma (R$ 5,50). O cardápio ainda lista Original, Bohemia e Brahma Extra (R$ 6,00), Heineken (R$ 6,20) e algumas da cervejaria Krug Bier, como a Austria Weiss (R$ 8,20).

Falando do ambiente, este é típico de boteco, com a maioria das mesas de plástico dispostas no passeio. Fecha aos domingos, e admite pagamento da conta com cartão de crédito ou débito.


Notas:

Ambiente: 3
Bebida: 3
Comida (peso 2): 2
Serviço: 1
Custo-benefício: 2

Média final: 2 estrelas


Papo Legal II
Av. Silva Lobo, 1699 - Grajaú
Tel: 3371-0704
.

2 comentários:

  1. Pelo jeito esse é daqueles que atrai mais pelo cheiro do que pela comida, rs. Mas o bar até que parece simpático...

    ResponderExcluir
  2. Olá, Thiago.

    De fato, é um lugar convidativo. Com os devidos ajuses à churrasqueira, poderá atrair uma clientela ainda mais numerosa.

    ResponderExcluir