Espaço destinado aos relatos críticos de andanças pelos botecos belo-horizontinos, assim como aos pitacos sobre outros lugares quaisquer.
Traduzir para ChinêsGoogle-Translate-Portuguese to FrenchGoogle-Translate-Portuguese to GermanGoogle-Translate-Portuguese to ItalianGoogle-Translate-Portuguese to JapaneseGoogle-Translate-Portuguese to EnglishGoogle-Translate-Portuguese to RussianGoogle-Translate-Portuguese to Spanish Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain

terça-feira, 5 de fevereiro de 2013

Bar da Neca - 01/12/2012

Localizado no encontro da Rua Pium-í com a Rua Passatempo, que hoje constitui uma das mais badaladas esquinas de BH, o Bar da Neca tem mais de uma década de tradição, e é o "boteco do coração" de muita gente que conheço. O bar começou menor, e o bom movimento de sempre permitiu que ele fosse se expandindo para as lojas adjacentes. Além disso, já teve uma filial em outro movimentado eixo da cidade, qual seja a Avenida Prudente de Morais, não tendo esta durado muito tempo.

No dia da última visita, que aconteceu no primeiro sábado de dezembro, optamos por chegar com o final da tarde, horário de entressafra entre o público diurno e noturno. Aliás, é notável a diferença entre ambos, já que o primeiro é constituído por famílias e pessoas de meia idade, enquanto as turmas e os solteiros em busca de paquera compõem o segundo "expediente".

Para beber fomos de Brahma, que no Bar da Neca é comercializada ao honesto preço de R$ 5,50. Há ainda cervejas premium da AMBEV, além de drinks e cachaças. Independente de qual seja a escolha, tudo será servido com discrição e agilidade pelo time de garçons.

Falando do cardápio, os petiscos são bem variados, e o mesmo ainda lista uma ou outra opção mais substanciosa. Demos início pela porção de bolinhos de mandioca recheados com carne moída. Com os quitutes bem fritos e custando não mais do que vinte reais, conquistou a simpatia dos presentes. Na mesma faixa de vinte pratas, o fígado acebolado com jiló é outra saborosa pedida, e inclusive se mostrou melhor executado do que as porções oferecidas pela maior parte dos bares do Mercado Central. Sem qualquer dúvida, um acompanhamento de primeira para a cerveja.

Mais tarde ainda experimentaríamos a porção mista de pasteizinhos, que fechou com chave de ouro a boa impressão da cozinha.

Por ali nada de pratos inventivos, como aqueles criados ano a ano pelos bares que participam do Comida di Buteco. Entretanto, considero que o trivial bem executado também mereça as suas palmas. Cravado numa região badalada, onde nem todos sobrevivem à concorrência, o despretensioso Bar da Neca surpreende, sobretudo pelo ótimo custo-benefício que oferece.


Notas:

Ambiente: 4
Bebida: 4
Comida (peso 2): 4
Serviço: 4
Custo-benefício: 5

Média final: 4 estrelas



Bar da Neca
Rua Pium-í, 690 - Carmo
Tel: 2555-9132
.

2 comentários:

  1. Fechou o texto com a frase que inicio o meu comentário: Bar com ótimo custo benefício, na plena amplitute dos aspectos observados, se tornaria fácil o meu "boteco do coração" se morasse mais perto, rs..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não é a toa que permanece em destaque mesmo se situando em tão concorrida região, não é verdade?

      Um abraço!

      Excluir