Espaço destinado aos relatos críticos de andanças pelos botecos belo-horizontinos, assim como aos pitacos sobre outros lugares quaisquer.
Traduzir para ChinêsGoogle-Translate-Portuguese to FrenchGoogle-Translate-Portuguese to GermanGoogle-Translate-Portuguese to ItalianGoogle-Translate-Portuguese to JapaneseGoogle-Translate-Portuguese to EnglishGoogle-Translate-Portuguese to RussianGoogle-Translate-Portuguese to Spanish Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain

quinta-feira, 22 de agosto de 2013

Entre Folhas - 14/08/2013

O Bar Entre Folhas já está mais do que consolidado em BH, e até bem pouco tempo pareava com o vizinho Graças a Deus (ou GAD, para os íntimos) a preferência de quem sai para paquerar naqueles arredores. O segundo fechou recentemente, e atualmente o botequim da Rua Major Lopes reina soberano por ali.


Depois de uma primeira visita um tanto quanto rápida e inusitada, que aconteceu a convite do simpático garçom que encontrou nossas carteiras roubadas na Rua do Lord Pub, retornei à casa uns oito anos depois. Era véspera de feriado em BH, e às 22:30h, horário em que chegamos, a casa já estava devidamente tomada. Como não haviam mais mesas, encostamos no primeiro balcão avistado, substituído por outro balcão com banquetas disponíveis mais tarde.

O bar continua tendo no ambiente o seu ponto forte, e a rampa que inicialmente era pouco utilizada, agora funciona como um “fumódromo”. O público, composto por turmas grandes e pequenas, é embalado pela boa trilha sonora, e foram vistas no mínimo duas comemorações de aniversário.


Para beber fomos de cerveja Original, geladíssima e custando R$ 6,80 cada garrafa. Depois de 01h da madrugada só restou, na versão 600 ml, a Serramalte, que já não estava em boa temperatura. Como embalamos nas ampolas, deixei de experimentar os drinks, como a caipiabsolut com abacaxi (R$ 13,90), que me foi muito bem recomendada por um amigo. Além deste, há outras 13 opções.



Quando fomos beliscar, escolhemos o Enroladinho com frango (pão sírio recheado com requeijão, muçarela, molho pesto, tomate seco caseiro e frango, servida quente), que custa R$ 24,90, que não existia de fato. Os demais petiscos não fogem do trivial e, assim, optamos por uma porção de linguiça de pernil com mandioca (R$ 26,90). Por mais que as mandiocas processadas tenham sido fritas além do necessário, a linguiça é de boa qualidade, tendo agradado bastante.


Pela inexistência de itens do já enxuto cardápio, demora da reposição das bebidas, e preparo ainda mais lento do quitute, considero que o atendimento destoe negativamente dos demais aspectos. Muitos irão dizer que quem vai ao Entre Folhas não está preocupado com a comida, o que irei concordar.


Na hora de pagar a conta, o cliente deve se dirigir ao caixa de posse da sua comanda. Como neste posto só trabalha um funcionário, as filas demoram cerca de 10 minutos, e aí o atendimento perde mais um ponto. Inconveniente maior é a informação verbal sobre o valor a ser pago, sem que cálculo seja apresentado ao comensal. Sobre os itens consumidos acresce-se a entrada individual de R$ 5,00, mesmo com a inexistência de música ao vivo, e também os 10% de serviço, por mais que se tenha solicitado as bebidas diretamente no balcão. Por estes penduricalhos é que os valores do cardápio, a princípio justos, se tornam exagerados.


Notas:

Ambiente: 4
Atendimento: 2
Bebida: 3
Comida (peso 2): 3
Custo-benefício: 3

Média Final: 3 estrelas


Entre Folhas
Rua Major Lopes, 709 – São Pedro – Belo Horizonte – MG
Tel: (31) 3281-4166
Pagamento: Cartão de crédito ou débito
Preço médio por pessoa: R$ 60,00

*Consumo individual, em rateio ou não, de uma porção para dois, ou duas porções para um, de preço médio, acrescida(s) de duas bebidas, serviço e couvert/entrada, quando houver. As bebidas podem ser duas cervejas de 600 ml, quatro cervejas de 350 ml, dois drinks, ou duas doses de cachaça, dependendo da especialidade do bar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário