Espaço destinado aos relatos críticos de andanças pelos botecos belo-horizontinos, assim como aos pitacos sobre outros lugares quaisquer.
Traduzir para ChinêsGoogle-Translate-Portuguese to FrenchGoogle-Translate-Portuguese to GermanGoogle-Translate-Portuguese to ItalianGoogle-Translate-Portuguese to JapaneseGoogle-Translate-Portuguese to EnglishGoogle-Translate-Portuguese to RussianGoogle-Translate-Portuguese to Spanish Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain

quinta-feira, 11 de julho de 2013

Piu Braziliano - 03/07/2013

O Piu Braziliano não tem cara alguma de boteco, e ainda dispõe um bufê “serve-serve” no horário do almoço. Seja como for, o público noturno é composto por quem busca cervejas e petiscos, além dos jogos de futebol que são transmitidos em suas diversas LCD’s.


Para quem não abre mão de um ambiente mais arejado, há mesas no recuo do prédio onde o bar funciona, além da boa quantidade de mesas internas.


Para beber, o Piu Braziliano oferece, além das mais procuradas Brahma (R$ 6,40) e Original (R$ 7,00), também uma carta de cervejas especiais. Há, dentre outras, a Therezópolis Gold (R$ 10,90 em casco de 600 ml) e a Erdinger Clara (15,90 em recipiente de 500 ml), mas a ficamos com a geladíssima Paulistânia, em promoção com a quarta de brinde a cada três consumidas (R$ 9,90 cada).


Escolher um bom petisco também não é tarefa fácil, haja vista a boa variedade do cardápio. Demos início pela meia porção de queijo pachá (R$ 15,00, ante os R$ 23,00 da porção completa), que é sempre muito bem executada.


Mais tarde experimentaríamos o filé a parmegiana a palito, também em meia porção (R$ 31,00, ante os 51,00 da porção completa), que vai à mesa acompanhado por fritas. Saboroso, é um dos petiscos mais solicitados no bar.


Pela regularidade da cozinha e profissionalismo do atendimento, entendo que o Piu Braziliano se destaque mediante seus pares no Buritis, bairro este em franca expansão gastroetílica. Na próxima visita pretendo desvendar o seu bufê de caldos, que me foi bem recomendado pela clientela habitual.


Notas:

Ambiente: 3
Atendimento: 4 
Bebida: 5
Comida (peso 2): 4
Custo-benefício: 4

Média final: 4 estrelas


Piu Braziliano
Av. Prof. Mário Werneck, 1441 – Buritis – Belo Horizonte – MG
Tel: (31) 3378-8284
Pagamento: cartão de crédito ou débito
Preço médio por pessoa: R$ 60,00*

*Consumo individual, em rateio ou não, de uma porção para dois, ou duas porções para um, de preço médio, acrescida(s) de duas bebidas, serviço e couvert/entrada, quando houver. As bebidas podem ser duas cervejas de 600 ml, ou quatro cervejas de 350 ml, ou dois drinks, ou duas doses de cachaça, dependendo da especialidade do bar.

2 comentários:

  1. Cara, esse lugar aí não tem erro mesmo! Um oásis no meio de tanto barzinho universitário, com cerveja gelada e só!

    ResponderExcluir
  2. Até acredito que a escassez de bares com boa cozinha no Buritis esteja com os dias contados, Thiago. O que se vê hoje, porém, é que as melhores opções de happy hour ainda estão nos bares tradicionais ou com jeitão de restaurante, a exemplo do Chalé da Mata e do próprio Piu Braziliano.

    ResponderExcluir