Espaço destinado aos relatos críticos de andanças pelos botecos belo-horizontinos, assim como aos pitacos sobre outros lugares quaisquer.
Traduzir para ChinêsGoogle-Translate-Portuguese to FrenchGoogle-Translate-Portuguese to GermanGoogle-Translate-Portuguese to ItalianGoogle-Translate-Portuguese to JapaneseGoogle-Translate-Portuguese to EnglishGoogle-Translate-Portuguese to RussianGoogle-Translate-Portuguese to Spanish Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain

segunda-feira, 10 de dezembro de 2012

Bistrô de Crepes - 27/10/2012

O sábado era quente, e depois de termos passado o dia em um churrasco de confraternização, tudo o que desejávamos era um refrescante suco de frutas. Foi quando me lembrei do recém inaugurado Bistrô de Crepes, do qual tive conhecimento por matéria da Revista Veja BH e por indicação de amigos. Acresce-se às indicações o fato da creperia não nos ser longe, o que contou a favor já que a sede era muita.

Chegando ao Buritis, nos deparamos com a difícil missão de estacionar no bairro, tendo esta durado quase uma hora! Depois de percorrer várias ruas e também estacionamentos privativos, os quais apresentam restrito horário de funcionamento, encontramos vaga em uma rua que dista duas quadras do estabelecimento. Fato é que o bairro apresenta um trânsito ainda mais caótico que o encontrado no restante da cidade, cujo excesso de veículos e escassez de gentileza já são nacionalmente conhecidos.

Entrando, uma surpresa quanto ao tamanho da creperia, que ocupa apenas uma pequena loja da Rua Walter Guimarães Figueiredo, já perto da esquina com a Av. Professor Mário Werneck. O passeio por ali é largo, com a galeria recuada, porém não foi disposta qualquer mesa externa. Todas elas – que não são muitas – situam-se no ambiente interno, onde o ar condicionado é quem refresca a clientela.

De início pedimos o suco que desejávamos, sendo um de morango com laranja para a Vivian e outro de pitanga para mim (R$ 5,20). Como não tenho muita experiência nesse ramo, a escolha dela foi mais acertada do que a minha, mas de toda forma a nossa sede foi solucionada.

Terminado o suco, percebi uma torneira de chopp da Kaiser junto ao balcão. Não resisti, e incentivado pelo amigo André Malveira, pedi uma tulipa enquanto escolhíamos o crepe. Geladinho e custando na faixa de R$ 4,50, seria ainda sucedido por mais alguns.

Dentre as dezenas de crepes listados no cardápio, escolhemos um de filé mignon com lascas de parmesão e crisp de alho-poró (R$ 22,90). Sem termos notado nem lascas e nem crisp, em nossa avaliação o consideramos regular, em sabor e em quantidade.

Como fizemos um bom uso do barril de chopp, não tendo nos restringido aos crepes, a casa se torna mais do que uma alternativa para a alimentação, e até por isso figura neste blog. Em meio ao sem número de lanchonetes franquiadas que podem ser vistas nos arredores, faço votos para que o Bistrô de Crepes se afirme como uma opção original dentro do Buritis.


Notas Pedrão:

Ambiente: 3
Bebida: 3
Comida (peso 2): 3
Serviço: 3
Custo-benefício: 3

Notas Vivian:

Ambiente: 3
Bebida: 3
Comida (peso 2): 3
Serviço: 3
Custo-benefício: 3

Média final: 3 estrelas


Bistrô de Crepes
Rua Walter Guimarães Figueiredo, 25 - Loja 8 - Buritis
Tel: 3024-1282
.

Nenhum comentário:

Postar um comentário