Espaço destinado aos relatos críticos de andanças pelos botecos belo-horizontinos, assim como aos pitacos sobre outros lugares quaisquer.
Traduzir para ChinêsGoogle-Translate-Portuguese to FrenchGoogle-Translate-Portuguese to GermanGoogle-Translate-Portuguese to ItalianGoogle-Translate-Portuguese to JapaneseGoogle-Translate-Portuguese to EnglishGoogle-Translate-Portuguese to RussianGoogle-Translate-Portuguese to Spanish Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain

sexta-feira, 13 de setembro de 2013

Hiper Frios - 06/09/2013

A abertura de um bar do – antes somente empório – Hiper Frios me foi sinalizada pela minha prima, habitante dos arredores, há uns três meses. Ciente da boa variedade e dos bons preços encontrados na loja que funciona na Feira dos Produtores, era com boa expectativa que eu aguardava a oportunidade de conhecer a cervejaria do bairro União. Foi na última sexta-feira, para encontro breve com um amigo que mora fora, que a visita se concretizou.


Vale destacar, antes de falar da casa, a surpresa que tive ao chegar à galeria onde a mesma funciona. Com não menos de cinco estabelecimentos gastronômicos, que variam de japa a espetinho, o recuo do prédio estava completamente tomado de mesas e clientes. Na oportunidade única em que já estive ali, para comer o bom hambúrguer de costela do Nick Prime Sandwiches, cheguei ao final de um domingo e, assim, não percebi que estava em meio ao novo point da Região Nordeste.


A noite da sexta passada estava fria, mas conseguimos a última mesa sob o toldo do bar, na área externa. São três lojas ocupadas pela cervejaria, uma delas com as torneiras de chope rodeadas por um balcão e suas banquetas, além dos banheiros ao fundo, a segunda com mesas altas e mais banquetas, e a última com refrigeradores, cozinha e balcão. Nele é disposto o sem número de produtos comercializados para quem passa e quem fica, dentre castanhas, frios, patês e saladas.


Para beber começamos com a Backer Pilsen (R$ 8,90), mudando depois para a Backer Pale Ale (R$ 10,90) e novamente para a Backer Capitão Senra (R$ 13,90). Todas bastante geladas, e bem servidas pelos garçons, que trocavam as taças a cada mudança. Somente na carta de cervejas contei mais de 150 rótulos, e esta, apesar de considerável, não ultrapassa a carta de vinhos em quantidade. Aos bebedores contumazes de AMBEV, cabe alertar que no Hiper Frios as mesmas só são comercializadas em long neck.


Tudo muito interessante, mas na hora de petiscar é que o trem descarrilha. Demos início pelo provolone crocante (R$ 7,00 cada 100 gramas), que é tal qual o vendido pelo Verdemar, ou seja, industrializado.


Em seguida pedimos a porção de moela ao molho (R$ 22,00), cujos miúdos eram submersos em molho de tomate nitidamente industrializado, e poderiam ser mais bem cozidos. Vai à mesa acompanhada por um pão de sal e cebolinha, e o diminuto tamanho do prato acabou sendo providencial.


Mais tarde voltei a sugerir qualquer porção composta por frios, que imagino ser a especialidade da casa, mas fui novamente voto vencido pelas raízes butequeiras do amigo de mesa. Pedimos então uma porção de língua ao molho madeira (R$ 22,00), que tinha a carne melhor cozida. Contudo, também neste petisco o molho deixou a desejar, e nele era nítida a presença de creme de cebola ou algo que o valha. O pão que acompanhou não estava fresco como o primeiro, e a impressão que tivemos, das duas porções, é que as iguarias não são cozidas no próprio caldo.


Não bastasse a frustrante experiência propiciada pela cozinha, tão logo chegou o último prato, fomos inconvenientemente alertados pelo garçom de que a casa estaria fechando em poucos minutos. Este, em companhia dos seus colegas, passou a recolher freneticamente todas as mesas ao nosso redor. Por sorte eu ainda pude, depois de comer rapidamente e pagar a conta, ir ao banheiro.

 
Notas:
Ambiente: 4
Atendimento: 2
Bebida: 5
Comida (peso 2): 1
Custo-benefício: 2

Média final: 2,5 estrelas


Hiper Frios
Rua Alberto Cintra, 32 - União - Belo Horizonte - MG
Tel: (31)3466-1693
Preço médio por pessoa: R$ 65,00
 
*Consumo individual, em rateio ou não, de uma porção para dois, ou duas porções para um, de preço médio, acrescida(s) de duas bebidas, serviço e couvert/entrada, quando houver. As bebidas podem ser duas cervejas de 600 ml, quatro cervejas de 350 ml, dois drinks, ou duas doses de cachaça, dependendo da especialidade do bar.

4 comentários:

  1. As fotos mostram uma estrutura até interessante. O jeito é chegar cedo, sair cedo, e comer no bar do lado!

    ResponderExcluir
  2. Hehehe, pode ser uma opção, Thiago. Como entendo que um bar novo precisa de pelo menos seis meses para chegar ao ponto, acredito muito que estes problemas ainda podem ser resolvidos.

    ResponderExcluir
  3. Fui lá esse fim de semana. Ruim demais. O atendimento é péssimo e a comida é uma porcaria.

    ResponderExcluir
  4. Tinha tudo para ser uma ótima opção. Com um grande acervo de bebidas, frios e ingredientes, como ali poderia ser ruim? Pois é. E muito. Um dos piores atendimentos que tive o desprazer de conhecer nos últimos tempos. E o pior é garçom querer justificar a ruindade acusando o movimento. MELDELS!!! Se a cozinha só dá conta de fazer comida para 5 mesas, por quê colocar 10? Me parece tão simples...

    ResponderExcluir